Agende sua consulta aqui!

Utilize este formulário para solicitar agendamento no dia e horário de sua preferência e nossa equipe entrará em contato para confirmar.

13 + 4 =

Ligue (44) 3346-6110

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Minimamente Invasisa
(SOBRACIL)

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Aparelho Digestivo (CBCD)

Membro da Sociedade Brasileira de Coloproctologia
(CBC)

Membro da Society for Surgery of the Alimentary Tract
(SSAT)

Acompanhe nosso BLOG

Você sabe o que é diverticulite aguda?

Você sabe o que é diverticulite aguda?

A Diverticulite Aguda é uma doença causada pela inflamação dos divertículos, que são pequenas bolsas, do tamanho de uma ervilha, que se formam na parede do intestino grosso. COMO SE FORMAM OS DIVERTÍCULOS? A principal causa para a formação dos divertículos, é uma...

Hérnia Abdominal. Você sabe o que é?

Hérnia Abdominal. Você sabe o que é?

A hérnia abdominal é caracterizada por um deslocamento anormal de conteúdo da cavidade abdominal por uma área de fraqueza da parede do abdômen, ou seja, é um defeito da parede abdominal por onde uma víscera ou um órgão de dentro do abdômen pode sair. Segundo dados do...

Especialista em

Doença do refluxo Gastro esofágico

Doença digestiva em que o ácido do estômago ou a bile voltam pelo esôfago, causando irritação na mucosa do tubo alimentar. Doença crônica que ocorre quando o ácido do estômago ou a bile entra no tubo alimentar e irrita a mucosa. Refluxo e azia mais de duas vezes por semana podem indicar DRGE (doença do refluxo gastroesofágico). Os sintomas incluem queimação no peito que geralmente ocorre depois de comer e piora ao deitar. O alívio decorrente de mudanças no estilo de vida e de medicamentos vendidos sem prescrição médica geralmente é temporário. Uma medicação mais forte pode ser necessária.

Colecistite – Pedra na Vesícula

Inflamação da vesícula biliar, um pequeno órgão digestivo abaixo do fígado. A colecistite costuma ser causada por pedras que obstruem o tubo que vai da vesícula biliar para o intestino delgado. Os sintomas incluem dor intensa na parte superior direita da barriga e inchaço. O tratamento inclui internação e remoção cirúrgica

Hérnias

Deslocamento de um órgão ou tecido por meio de uma abertura anormal
Geralmente, uma hérnia envolve o estômago ou o intestino. Os sintomas incluem uma protuberância, inchaço ou dor. Em alguns casos, não há sintomas. O tratamento inclui o monitoramento da condição. Se necessário, a cirurgia pode recolocar o tecido em sua localização normal e fechar a abertura.

Hemorróidas

Veias inchadas e inflamadas no reto e no ânus que causam desconforto e sangramento. As hemorroidas geralmente são causadas por esforço durante evacuações, por obesidade ou gravidez. O desconforto é um sintoma comum, especialmente durante evacuações ou ao ficar sentado. Outros sintomas incluem coceira e sangramento. Uma dieta rica em fibras pode ser eficaz, juntamente com laxantes. Em alguns casos, pode ser necessário um procedimento médico para remover as hemorroidas e proporcionar alívio.

Apendicite

Condição em que o apêndice fica inflamado e cheio de pus, causando dor.
O apêndice é uma bolsa no cólon que não tem nenhuma finalidade conhecida. A apendicite começa com dor perto do umbigo que se move para o lado direito. Muitas vezes, é acompanhada de náuseas, vômitos, falta de apetite, febre e calafrios. Normalmente, a apendicite é tratada com antibióticos e cirurgia. Se não for tratado, o apêndice pode romper e causar um abcesso ou uma infecção sistêmica (sepse).

Fistulas anais

Um túnel infectado entre a pele e o ânus.

Uma fístula anal é um túnel infectado entre a pele e o ânus, a abertura muscular no final do trato digestivo. A maioria das fístulas anais resulta de uma infecção em uma glândula anal que se espalha para a pele. Os sintomas incluem dor, inchaço e secreção de sangue ou de pus no ânus. Geralmente, é necessário realizar uma cirurgia para tratar a fístula anal.

Prolapso Retal

Condição que ocorre quando uma parte do intestino grosso desliza para fora do ânus. O prolapso retal normalmente ocorre em mulheres idosas, mas pode ocorrer em homens e mulheres de qualquer idade. Os fatores de risco incluem nascimentos múltiplos e parto normal. O prolapso retal pode criar uma incapacidade de controlar os movimentos do intestino, fazendo com que as fezes vazem do reto. O tratamento precoce inclui fluidos e exercícios do assoalho pélvico. A maioria das pessoas acaba precisando de cirurgia.

Fissuras anais

Pequena fissura na camada interna do ânus.

A fissura anal pode ocorrer com a passagem de fezes duras ou grandes. Uma fissura anal pode causar dor e sangramento durante as evacuações. Esta condição geralmente desaparece sozinha em quatro a seis semanas. Os tratamentos comuns incluem fibra alimentar, laxantes, bem como cremes para a área afetada.

Constipação intestinal

Alteração no funcionamento do intestino com duração mínima de 3 meses onde o paciente poderá ter uma frequência evacuatória menor que 3 evacuações por semana.

Doenças inflamatórias intestinais

Envolvem inflamação do sistema digestivo, especialmente o intestino. Esta é a parte do corpo envolvida na digestão de alimentos, absorção de nutrientes, água e na eliminação dos resíduos (conhecidos como fezes).

Doença do Baço

Algumas doenças do baço evoluem com aumento do órgão e podem necessitar a remoção cirúrgica do baço. Tal procedimento é chamado de esplenectomia e esta indicado em situações de doenças malignas, púrpuras trombocitopénicas, doenças hematológicas benignas e malignas.

Sobre Dr. André Medeiros

Especialista em Cirurgia geral, cirurgia do aparelho digestivo e coloproctologia, no diagnóstico e tratamento tanto clínico quanto cirúrgico das doenças do sistema digestório. Atuo principalmente com cirurgia minimamente invasiva também conhecida como cirurgia videolaparoscópica que proporciona recuperação mais rápida do paciente com retorno mais precoce as suas atividades habituais, menos dor no pós operatório, menos sangramento no trans operatório e menos complicações tanto cirúrgicas como clínicas. 

Formação

Formado em Medicina pela Universidade Estadual de Maringá em 2008
Cirurgia Geral pelo Hospital Santa Rita em 2011
Coloproctologia pelo Hospital Israelita Albert Einstein em 2015
Cirurgia do Aparelho Digestivo pelo Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva em 2017

Avaliações

Veja as avaliações que recebi de meus pacientes clicando no botão abaixo.

Fale com Dr. André Medeiros

Fale com minha equipe através do WhatsApp!

CENTRO MÉDICO DO APARELHO DIGESTIVO

44 3346-6110

contato@mgastro.com.br

Av. Curitiba, 400, Maringá